COVID-19 impulsiona app que permite reservar mesa no Belcanto ou cama no Pine Cliffs

Desde que a pandemia teve início, a Vincitables viu o número de subscrições aumentar 40%. A aplicação portuguesa, lançada em 2018 para apoiar a gestão e operação de reservas de restaurantes e hotéis, desenvolveu novas ferramentas no âmbito da COVID-19 que fizeram com que crescesse.

Cartas digitais, funcionalidades associadas a take-away, delivery e room service foram as grandes apostas da Vincitables para este período e que ficaram à disposição de um total de 18 grupos e projectos independentes. Entre os clientes da aplicação surgem o Belcanto de José Avillez o Palácio Chiado (na foto), ambos em Lisboa. Junta-se ainda o Pine Cliffs Resort, no Algarve, entre outros exemplos.

«Tem sido um período de trabalho muito intenso, mas também particularmente estimulante desenvolver soluções que permitem aos clientes ter novas ferramentas para enfrentar esta nova realidade. A necessidade de reserva e de controlo do negócio é hoje maior do que nunca e é aí que fazemos realmente a diferença», explica Mariana Frade, uma das responsáveis pela Vincitables.

Já Bruno Silvério, director de Marketing da United Investments Portugal (UIP), sublinha como a solução oferecida foi ideal para permitir uma evolução dos serviços através da digitalização. «O processo teve que ser acelerado face à nova realidade que estamos a construir. Neste momento, já é possível aceder aos menus digitais em todos os restaurantes e bares dos nossos resorts», conta em comunicado.

Além disso, a UIP estendeu as funcionalidades de reserva disponibilizadas pela Vincitables a outros serviços, nomeadamente espreguiçadeiras e camas de praia, aulas de fitness ou actividades para crianças.

Em breve, a Vincitables preveê reforçar a carteira de clientes com “outros noems sonantes da hotelaria e restauração”. No horizonte está também o alargamento dos serviços às marcações de spa e às reservas de fitness.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...