Coty dá início ao processo de entrada em bolsa

Cerca de um mês e meio depois de ter abandonado as negociações para adquirir a Avon, a Coty entregou hoje ao regulador norte-americano os documentos necessários para avançar com a sua Oferta Pública Inicial (IPO, na sigla inglesa). Com esta operação, a empresa de perfumes espera arrecadar 700 milhões de dólares (aproximadamente 556 milhões de euros).

No passado dia 15 de Maio, a Coty, que detém marcas como Calvin Klein, Davidoff e Sally Hansen, retirou a sua proposta de compra da Avon no valor de 10,7 mil milhões de dólares (cerca de 8,5 mil milhões de euros, ao câmbio actual), após mais de um mês de negociações. A empresa decidiu abandonar a mesa das negociações depois de a Avon, líder mundial em venda directa de cosméticos, ter desrespeitado o deadline imposto.

«Este atraso contínuo e falta de vontade para iniciar negociações é desapontante», disse na altura Bart Becht, presidente da Coty, numa carta enviada ao Conselho de Administração da Avon, citada pela agência Bloomberg, acrescentando que «a vossa total falta de compromisso para connosco, leva-nos a crer que permanecem relutantes a explorar uma negociação amigável». «É altura de a Coty seguir em frente e perseguir novas oportunidades», sentenciou. Aparentemente, o caminho escolhido foi o da colocação da empresa em bolsa.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...