Coronavírus: Facebook tem 100 milhões para apoiar pequenos negócios em 30 países

O Facebook anunciou que está a preparar um fundo no valor de 100 milhões de dólares (cerca de 91 milhões de euros) para apoiar pequenos negócios prejudicados pelo novo coronavírus. O fundo envolve financiamento em dinheiro, mas também créditos de publicidade para que as empresas possam promover os seus bens e serviços e tentar recuperar.

Até 30 mil pequenos negócios de mais de 30 países são elegíveis para o Facebook Small Business Grants Program. Para já, a companhia liderada por Mark Zuckerberg não revela mais pormenores, nomeadamente quais os mercados abrangidos. Adianta, porém, que o fundo poderá ajudar em pelo menos quatro aspectos: manter a força laboral, ajudar com a renda, ligar as empresas aos seus clientes e cobrir custos operacionais.

Ao longo das próximas semanas, o Facebook irá começar a aceitar candidaturas. Entretanto, os negócios são convidados a subscrever o fundo para obter mais informações.

«À medida que o surto do COVID-19 escala, o nosso foco tem sido manter as pessoas seguras e informadas, garantindo que todos têm informações correctas, apoindo os especialistas globais de saúde e travando a desinformação», sublinha Sheryl Sandberg, COO do Facebook. Numa publicação partilhada na sua página nesta rede social, a profissional acrescenta que os pequenos negócios são o coração das comunidades e que muitas pessoas responsáveis pelos mesmos estão a ser afectadas pela crise.

«Quanto mais esta crise se prolongar, maior o risco para os pequenos negócios e para a subsistência dos seus proprietários e empregados», indica Sheryl Sandberg. A COO conta que o Facebook ouviu os seus parceiros e clientes e criou o fundo para ajudá-los. Garante ainda que isto é apenas o início.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...