Continente lembra importância da produção nacional para Portugal

“Se é bom para quem produz e para quem compra, é bom para Portugal”, diz o Continente na sua mais recente campanha de comunicação. Desta vez, o foco é a produção local, um dos pilares que a cadeia de supermercados da Sonae MC tem alimentado ao longo dos últimos anos, a par da sustentabilidade.

Com criatividade da agência Fuel, a campanha dá conta do investimento do Continente na produção naiconal, em áreas como charcutaria, peixe, trigo, carne ou fruta. Um investimento que se intensificou com a pandemia que o País atravessa, tal como explica Tiago Simões, director de Marketing da Sonae MC: «O momento exigiu uma atitude responsável e mobilizadora e foi nisso que o Continente se focou. Queremos partilhar este apoio com os portugueses porque esta ligação à produção nacional é muito mais do que dados de compras.»

Segundo o mesmo responsável, a cadeia retalhista tem uma relação muito estreita com os produtores portugueses e o CPC – Clube de Produtores Continente é exemplo disso. «E é um exemplo que não surgiu agora, surgiu há mais de 20 anos, quando ninguém poderia prever a pandemia ou acontecimento semelhante.»

Recorde-se que o objectivo do CPC é disponibilizar produtos nacionais de excelência aos clientes, fruto de um trabalho de parceria com os produtores que envolve, entre outros, apoio a nível técnico-científico. Desta forma, é possível alinhar a oferta às tendências de consumo.

A campanha está presente em televisão, imprensa, rádio e plataformas digitais e tem como mote “O que seria de Portugal, sem a Produção Nacional?”.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...