Conselho Editorial: Já há revenge shopping

A retoma já se faz sentir em alguns sectores de actividade mas é imperativo tentar promover iniciativas diversas que levem pessoas para fora de casa. O grande trigger da normalidade será o progressivo regresso do teletrabalho. Estas foram apenas algumas das conclusões do mais recente “almoço” do Conselho Editorial da Marketeer, mais uma vez à distância, através de plataforma digital.

Segundo a experiência actual de alguns dos conselheiros da Marketeer, começam a ser visíveis mudanças ao nível do consumo, nomeadamente uma maior procura e compra do que é português. O que se percebe, ainda, é que quem procura lojas é para comprar, não para ver. E não quer esperar. É, portanto, real um revenge shopping de algumas categorias.

No que diz respeito à restauração, constata- se que os espaços em zonas residenciais são os mais visitados, em detrimento dos que têm portas abertas nos centros das cidades. Perceber o que os consumidores querem é ponto-chave, mais do que nunca, assim como ter capacidade de reacção rápida e criativa.

Presentes, online, estiveram os conselheiros: Carla Cruz (CTT), Fernando Oliveira (Mundicenter), Gonçalo Rebelo de Almeida (Hotéis Vila Galé), Inês Veloso (Randstad), Joana Garoupa (Galp), João Mendes Dias (PLMJ), João Santos (Tempus), José Eduardo Nunes (CLC), Mónica Serrano (L’Oréal), Nuno Pinto de Magalhães (Central de Cervejas), Rui Rijo Ferreira (Jaba Recordati), Teresa Loreto (EDP), Tiago Simões (Sonae MC) e Tomás Pinto Gonçalves.

Artigo publicado na edição n.º 287 de Junho de 2020

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...