Como está a pandemia a afectar a produção publicitária? A Krypton responde

«Estamos a viver tempos absolutamente inéditos e estou convencido de que o impacto que isto está a ter agora não vai perdurar muito tempo. Quero acreditar que não.» As palavras são de João Vilela, sócio e director-geral da Krypton, que se mostra optimista em relação ao futuro da produção publicitária em Portugal.

Em entrevista à Marketeer, explica que a produtora criou, por exemplo, um protocolo de filmagens para que a actividade possa começar a regressar ao normal. A conversa com M.ª João Vieira Pinto, directora de redacção da revista Marketeer, poderá ser acompanhada através do nosso site, já amanhã, às 9h.

Até lá, aproveite para ver ou rever as restantes entrevistas realizadas no âmbito do novo coronavírus e que têm como missão ajudar a perceber melhor de que forma os diferentes sectores estão a ser afectados pelo surto.

Renault, McDonald’s, Luvin, Associação Portuguesa de Imprensa, Everything is New, agência Partners, Santa Casa da Misericórdia de Lisboa (SCML), Omnicom Media Group e Sonae MC são as marcas e organizações que já partilharam os seus testemunhos.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...