Com que idade se rendeu às redes sociais? Maioria criar um perfil antes dos 16

Uma sondagem realizada nas redes sociais levou a Wiko a descobrir que 75% dos jovens portugueses criou o seu primeiro perfil numa destas plataformas com menos de 16 anos. Esta é a idade mínima proposta pelo Governo português para utilização de redes sociais sem acompanhamento familiar, embora grande parte permita a criação de conta a partir dos 13 anos.

A mesma análise, elaborada para assinalar o Dia Mundial das Redes Sociais, indica que apenas 8% criou um perfil depois dos 20 anos. Há ainda quem se tenha estreado no Facebook, Instagram ou Twitter, entre outros, dos 16 aos 20 anos (18%).

Quanto à utilização dada às redes sociais, a maioria (64%) aponta para falar com os amigos e família. Contudo, ver notícias (16%), publicar conteúdos (13%) e conhecer pessoas novas (7%) também são motivos apresentados.

A Wiko destaca ainda os desafios que se tornam virais nas redes sociais, desde o mais antigo #IceBucketChallenge ao recente #PillowChallenge, que ganhou popularidade durante o período de quarentena. Ainda assim, embora sejam amplamente partilhados, não contam com muitos participantes entre os portugueses mais jovens: somente 32% dos inquiridos participa neste tipo de desafios.

Segundo um estudo da Markest, realizado no ano passado, os portugueses consideram o Facebook a rede social mais interessante e o Instagram a mais actual. Entre os inquiridos, 83% visita as redes sociais várias vezes por dia, 44% também ouve música quando acede às redes sociais e 59% aderiu a estas plataformas para manter o contacto com pessoas que estão longe.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...