Chef Rui Silvestre cozinha comida de conforto para quem mais precisa

Arranca hoje o projecto “Alimentar a Saúde”, uma ideia do chef Rui Silvestre que assenta na entrega de comida de conforto aos que mais precisam neste momento: pessoal médico, lares, associações e famílias carenciadas. Fruto de uma parceria estabelecida com a Makro e a Rede de Amergência Alimentar, a iniciativa tem início na região do Algarve mas deverá estender-se a outros pontos de Portugal.

Como é que funciona? O chef Rui Silvestre é o mentor, a Makro fornece os bens e a Rede de Emergência Alimentar faz chegar as refeições aos casos assinalados. A partir de hoje, serão distribuídas cerca de 200 refeições diárias.

«A ideia surgiu porque a minha mulher é médica e percebi a dificuldade que os profissionais de saúde têm, neste momento, em aceder a uma refeição mais cuidada. Eles estão a dar tudo por nós, nós podemos fazer algo por eles», conta o chef Rui Silvestre. Contactou depois os dois parceiros eleitos e, ainda, um conjunto de chefs que se prontificaram a ajudar de Norte a Sul.

«A ideia nasceu aqui no Algarve, mas vai espalhar-se, pelas melhores razões, pelo resto do País», garante o chef. A Sul, as refeições estão a ser confeccionadas no restaurante Vistas, onde Rui Silvestre lidera a cozinha. Nesta região, o projecto conta ainda com o apoio de Noélia Jerónimo (Noélia e Jerónimo, Cabanas de Tavira).

Caldeiradas, massadas de peixe e arroz de frango são alguns dos pratos preparados no âmbito do “Alimentar a Saúde”. Como explica Rui Silvestre, «basicamente vai ser comida de tacho e de conforto».

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...