Central de Cervejas promove agricultura em Alcácer do Sal

A Central de Cervejas firmou uma parceria com a Agri Marketplace para a criação de um projecto que visa promover a agricultura portuguesa e potenciar a inovação na sua cadeia de valor.

A start-up portuguesa dedica-se à digitalização do mercado de compra e venda de produtos agrícolas e tem como um dos seus focos as culturas de cereais. Com a Central de Cervejas, estabeleceu uma parceria para a promoção da criação de uma nova fileira de produção de cevada dística em Alcácer do Sal.

Este projecto conjunto, que começou a ser desenhado em 2019, resultou num projecto de cultivo de cevada dística pelos produtores de arroz da região do Vale do Sado, com garantia de aquisição dessa produção pela Central de Cervejas. No total, são100 hectares de produção de Cevada em Alcácer do Sal, distribuídos por três produtores agrícolas e com uma estimativa de produção anual total de 300 toneladas de cevada dística.

Esta iniciativa conjunta surge como resposta ao problema de escassez de água que se assiste região do Vale do Sado, ao longo dos últimos anos. Acresce-se ainda os constrangimentos de acesso a água em 2020, como consequência de obras a decorrer nos canais de rega, que afectou negativamente a produção de arroz.

A Central de Cervejas encara esta iniciativa como mais um exemplo da abordagem do seu programa de sustentabilidade que define compromissos ao longo de toda a cadeia de valor – “da cevada até ao bar”-, privilegiando a aquisição de matérias-primas de fornecedores nacionais. Desta forma, consegue reduzir o volume da quota de cevada importada (que justifica devido à incapacidade do mercado nacional) e contribui activamente no desenvolvimento económico e social das respectivas comunidades.

A expectativa de ambas as partes é de que a iniciativa possa-se repetir no próximo ano e expandir-se geograficamente, permitindo que mais produtores tenham acesso a esta oportunidade.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...