O Espírito do Porto chegou a Lisboa

Há uma década que a Castelbel anda a perfumar as casas em Portugal e em vários pontos do Mundo. A marca que nasceu pequena, com um sonho e cerca de 15 funcionários, chega hoje a pontos de venda dos EUA à China, num leque superior a 50 países, e, depois das lojas multimarca, ganhou espaços próprios – primeiro no Porto e agora também em Lisboa – para afirmar e comunicar ainda melhor a sua identidade. Ou não tivesse, ainda, vindo a evoluir em portefólio e diversidade de produtos.

Quando o engenheiro Aquiles Barros criou a marca, começou por se entregar ao fabrico de produtos perfumados de luxo para a casa e para o corpo. Sabia o que queria e, acima de tudo, o que não queria. Os produtos tinham que ter qualidade e ser apresentados em embalagens que fizessem, a quem os visse, ter vontade de comprar e levar para casa.

O mercado não tardou em dar-lhe razão, com lojas e clientes finais a receber e a quererem diferentes gamas.

Agora, a fábrica, situada no Castêlo da Maia, garante a saída de vários sabonetes aromáticos, velas perfumadas, loções corporais e difusores, com cheiros como jasmim, lavanda ou erva-limeira. Ao todo, são produzidos cerca de 30 mil sabonetes por dia, o que se traduz num total de 6,5 milhões ao ano.

Um trajecto que levou a que, depois de a marca abrir dois pontos de venda próprios na cidade do Porto, avançasse agora para Lisboa. Num misto de sorte e de acaso, a Castelbel abriu portas nas arcadas do Centro Cultural de Belém – zona turística por excelência – num espaço com 52 metros quadrados e cuja decoração de interiores teve assinatura e responsabilidade do Gabinete de Projectos da Hangar. Quem chega sente que entra no território da marca. Pelos aromas, pelas cores, a apresentação das embalagens e produtos, os materiais escolhidos e a própria luz. «Queremos que as nossas lojas tenham algo de diferente, que contribua para aumentar o prestígio das marcas», declara Aquiles Barros. E a verdade é que, aqui, respira-se tradição portuguesa, que se coordena com toques e elementos de modernidade. Os azulejos das paredes e balcão foram garantidos pela mais que centenária Viúva Lamego, enquanto no chão os responsáveis pelo projecto optaram por manter o lioz do CCB.

Assim que se entra, à direita, encontra-se de imediato toda uma parede revestida com as diferentes propostas de ambiente, desde Flor de Algodão a Lavanda ou Verbena, a que se segue um grande lavatório de pedra para se poder testar as várias opções de sabonetes. Líquidos e sólidos.

Mas há mais novidades nesta loja, que está organizada por gamas. Além de toda a oferta – entre sabonetes, velas, papel perfumado, saquetas ou difusores de fragrância, da linha Castelbel ou Portus Cale, aqui representada pela Black Orchid, Rosé Blush, Black Edition ou a Butterflies – é possível personalizar sabonetes. Para quem está a comprar ou, claro, para oferecer. O conceito já tinha sido testado na flagship do Porto e, como em serviço vencedor não se mexe, a Castelbel decidiu repetir em Lisboa. Na barra de sabão o cliente pode escolher o que quer gravar em baixo relevo. Além disso, nesta loja é também possível imprimir mensagens em rótulos com ilustrações alusivas a Lisboa, para diferenciar mais ainda o embrulho do produto a levar para casa ou a partilhar.

Ah, e um produto inovador com algum destaque por aqui é o champô sólido, neste caso em formato de sabonete. Com assinatura da marca, a proposta pisca o olho a consumidores com maiores preocupações ecológicas, assim como a viajantes.

Resumindo, na nova loja é possível encontrar todos os produtos da Castelbel. Desde a clássica linha Castelbel Ambiente Verbena, passando pelo icónico e tão português sabonete Castelbel Sardinha – para tirar os odores menos consensuais de quem cozinha – até à mais recente Edição Especial Castelbel – os práticos champôs e amaciadores sólidos para senhora Castelbel Traveller Gentlewomen’s!

A pensar no Natal

Todos os anos, a Castelbel lança alguns produtos com embalagens mais adaptadas à época festiva que se aproxima. Há os mais natalícios, em packs individuais ou múltiplos, mas há também linhas que remetem para um posicionamento premium. É o caso da Portus Cale Festive Blue, a nova linha que promete perfumar a casa com os aromas típicos desta altura do ano.

Com um packaging elegante, que combina em si alguns motivos dourados sobre um azul profundo, esta é uma linha cujos sabonetes são produzidos a partir de uma base de azeite e óleo de coco, possuindo também um bouquet amadeirado de notas de abeto, de cedro e de alecrim.

Além desta, a marca destaca a Portus Cale Ruby Red, composta por sabonetes cunhados e embrulhados à mão, velas e difusores, todos embalados em caixas de madeira artesanais gravadas a fogo e perfumados com uma fragrância sofisticada de uva e bagas vermelhas. Uma colecção que pretende homenagear um dos tesouros nacionais mais apreciados: o Vinho do Porto.

Outro lançamento recente digno de referência é a nova vela aromática de quatro pavios. Enchida à mão e perfumada com a mesma fragrância desta colecção, de forma a permitir criar um ambiente acolhedor, além de ser um elegante elemento decorativo, é, como diz a marca, um “presente sofisticado”. Que dá vontade de levar!
/

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...