“Carocha” masculinizado para atrair novos públicos

paperO icónico carro, cuja história recua aos anos 30, está de volta para conquistar… os homens. O novo Volkswagen Beetle tem reminiscências do modelo original, mas regressa “mais masculino” para responder à necessidade da marca de conquistar novos públicos.

O novo modelo da fabricante alemã “é uma reinterpretação fiel do primeiro ‘Carocha’, mas com novos valores: é um carro mais masculino, com uma oferta de motores que promete um maior prazer de condução, mais desportivo, mais lifestyle, que podemos colocar num segmento trendy”, explicou Ricardo Tomaz, director de Marketing da Volkswagen, na apresentação do carro, que decorreu ontem em Lisboa.

«Ao posicionarmos o carro como masculino, não perdemos as mulheres, porque continua a ter um grande potencial de sedução. Mas, provavelmente, falaremos mais aos homens do que antes», considera Ricardo Tomaz. «Para nós é um carro de conquista, para ir buscar clientes novos», reforça.

Para além da preocupação em apresentar um “design moderno”, o objectivo da Volkswagen ao lançar um novo modelo do seu carro mais icónico foi o de “emocionalizar a imagem da marca”. «Quando falamos do Beetle, falamos quase de uma marca dentro da Volkswagen. Falamos de toda a história da Wolkswagen», disse o director de marketing da marca germânica. De acordo com o responsável, está prevista a comercialização de 700 veículos em Portugal, nos modelos Base, Design e Sport.

No ano passado, a Volkswagen aumentou a sua quota no mercado português de 8,4% para 9,7%, ficando em segundo lugar no ranking, atrás da francesa Renault.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...