Campanha lembra que estar isolada não é o mesmo que estar sozinha

Em Portugal, desde que a pandemia teve início, registaram-se 15.919 atendimentos associados a violência doméstica. Desde a última quinzena de Maio, a média tem sido de 4.500 atendimentos, quase o dobro do verificado em Abril. Os pedidos de ajuda cresceram especialmente via telefone e plataformas digitais, mas à medida que o desconfinamento avança também os atendimentos presenciais aumentam.

Dados como estes servem de enquadramento a uma parceria entre a The Body Shop e a Cruz Vermelha com o intuito de dar visibilidade à escalada de casos de violência doméstica devido à quarentena imposta pela pandemia de COVID-19. A parceria pretende também divulgar formas de ajudar a combater este problema, através de uma campanha sob o mote “Estar isolada ≠ Estar sozinha”.

Esta campanha terá três fases. A primeira envolve dizer “basta”, sendo o objectivo consciencializar a população para o problema e providenciar informação. Segue-se a fase de “perguntar”: neste caso, juntam-se as empresas do Grupo Natura & Co (Avon, Aesop e Natura), que escreveram uma carta global dirigida a governos, legisladores e presidentes.

Por fim, chega fase de “dar”, que corresponde à realiação de acções de doação nas lojas The Body Shop com destino a centros de acolhimento de mulheres.

«Ainda que as políticas governamentais sejam pensadas para proteger as pessoas em risco de violência doméstica, esta nova situação fez com que muitas delas se encontrem em situações de risco, isoladas com os seus agressores», lembra David Boynton, director executivo da The Body Shop, justificando o interesse da marca no tema.

Considerando o alcance mundial da The Body Shop, David Boyton explica que quer aproveitar essa influência para ajudar e proteger estas mulheres. Serão mobilizados mais de 20 mil funcionários e incentivados mais de 30 milhões de clientes a apoiar a causa. «Em conjunto, como parte da Natura & Co, o alcance será superior a 200 milhões de clientes em mais de 70 países. Temos capacidade de fazer a diferença», acrescenta o responsável.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...