Blanky: primeira marca ibérica de cobertores pesados nasce em Portugal

Sabe o que são cobertores pesados? Segundo a Blanky, pode ser a solução para noites mal dormidas. Trata-se de um cobertor que já há pelo menos 15 anos é utilizado para fins terapêuticos, mas que agora chega a todos os consumidores através de Pedro Caseiro e Ricardo Parreira.

Os dois portugueses, com percursos ligados à consultoria e gestão, decidiram adaptar o cobertor pesado ao mercado de massas de forma a torná-lo acessível ao consumidor comum. Em comunicado, afirmam ter criado a primeira marca ibérica de cobertores pesados, que podem ser alternativa aos ansiolíticos.

A ideia teve origem em Pedro Caseiro, que experimentou o produto e sentiu na pele os benefícios desta opção: «Nessa altura vivia em Londres e o stress acumulado do dia-a-dia provocava-me dores nas costas que não me deixavam dormir descansado. Precisava de uma solução que não passasse por comprimidos para dormir e foi então que numa das minhas pesquisas me cruzei com o cobertor pesado», conta o responsável actualmente a liderar a área de Marketing e Vendas da Blanky.

Ricardo Parreira juntou-se depois à equação, tendo ficado rendido à ideia. Começaram a explorar caminhos possíveis e perceberam que o cobertor pesado já existe no mercado de massas em países como EUA, Canadá, Alemanha ou países nórdicos, mas que estava fora do radar da Península Ibérica.

«Foi aí que detectámos uma oportunidade de mercado e decidimos avançar com a nossa própria marca», explica Ricardo Parreira, que assume a gestão da Logística e Produção.

Sob o mote “Dormir bem é para todo”, a Blanky está à venda online e apresenta três versões: Conforto (para uso individual), Para dois (para casais) e Kids (para crianças). O peso varia entre quatro e 15 quilos.

E como funciona?

O cobertor pesado aplica pressão localizada nos músculos, relaxando o corpo como se de uma massagem se tratasse. Apelidada de DTP, esta técnica estimular de forma natural a libertação no organismo das “hormonas da felicidade”, como a serotonina, e do sono, como a melatonina.

«Estas hormonas são essenciais para um sono tranquilo e são produzidas naturalmente pelo organismo, só que nem sempre em quantidade suficiente. No caso da melatonina, por exemplo, os seus níveis diminuem com o avançar da idade», adianta Margarida Mendes, neuropsicóloga na Clínica de Santo António do Grupo Lusíadas Saúde.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...