Betclic antecipa futuro da música com evento de realidade virtual

Oito músicos com estilos completamente diferentes são desafiados pela Betclic a criar uma canção no espaço de 48 horas. Os temas deverão ser construídos em dupla, na sequência de um sorteio que une, por exemplo, Tiago Nacarato a Capicua ou PZ a Da Chick.

Betclic PlayMinds é o nome da iniciativa, que conta também com a participação de Selma Uamusse, Marta Ren, Xinobi e DJ Marfox. Ao leme encontra-se Surma, a mestre de cerimónias do projecto, que vista abrir uma janela para o futuro da música – em que a distância não importa e em que os artistas colaboram em rede.

A fase seguinte do Betclic PlayMinds envolve um evento virtual em que todos os intervenientes são transformados em avatares. Juntos, dão vida a um festival digital que permite a interacção entre artistas e público e que mostra também uma nova possibilidade para o futuro desta arte.

“Como culminar de toda esta aventura, a Betclic PlayMinds estabelece uma bolsa de criação que será atribuída aos artistas vencedores”, adianta ainda a Betclic em comunicado. O público também terá uma palavra a dizer e poderá contribuir para uma segunda bolsa de criação que será dividida entre os restantes artistas. A ideia é reforçar a ideia de comunidade “que cada vez mais será um eixo de sustentabilidade das cenas criativas globais”, garante a plataforma de apostas.

Quanto a Surma, a Betclic indica que será também a voz dos conteúdos Moving Image criados no âmbito do projecto. São filmes que pretendem explorar dualidades como individuo vs colectivo, real vs virtual ou presente vs futuro.



Artigos relacionados
Comentários
A carregar...