Bens de grande consumo cresceram 2,5%

No ano passado, os bens de grande consumo (BGC) registaram um crescimento de 2,5% em valor no mercado português. Os dados são da Nielsen, que revela ainda os resultados em valor referentes ao período entre 28 de Novembro e 25 de Dezembro de 2016 – um dos aumentos mais elevados do ano.

Durante o período em análise, os bens de grande consumo cresceram 4,7%. As marcas de distribuição cresceram 5,1%, ultrapassando as marcas de fabricante, que subiram 4,5%.

O mesmo relatório revela que a Alimentação foi a categoria mais dinâmica, apresentando uma evolução positiva de 5,5% no final do ano. Nesta área, as marcas de distribuição aumentaram 6,6% (sobre um período homólogo em que tinha havido uma quebra de 2,8%) e as de fabricante 4,9%.

As Bebidas subiram 4,4%, com as marcas de fabricante a crescer 5% e as restantes a ficarem-se por um aumento de 0,6%, face ao período homólogo de 2015. No total do ano, esta foi a categoria mais dinâmica, avança ainda a Nielsen.

Na área de Higiene Lar, o crescimento foi de 2,6% entre 28 de Novembro e 25 de Dezembro de 2016. As marcas de fabricante subiram 5,4% e as de distribuição caíram 2,9%, sendo que esta é a única categoria em que os produtos de marca própria recuaram.

Por fim, a categoria Higiene Pessoal apresentou uma subida de 1,6% neste período. As marcas de distribuição aumentaram 2,8% e as de fabricante 1,3%.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...