Assédio e clickbait na mira do Facebook

O Facebook começou a semana determinado em reforçar a sua posição relativamente a dois temas que têm estado em destaque: assédio e clickbait. Quanto ao primeiro aspecto, a rede social informa que tem novas ferramentas pensadas para prevenir este tipo de comportamento, tanto no Facebook como no Messenger.

Em primeiro lugar, o Facebook vai trabalhar no sentido de reconhecer proactivamente pedidos de amizade e mensagens de pessoas previamente bloqueadas (que tenham, depois, criadas novos perfis). Além disso, os utilizadores passam a ter a opção de ignorar uma conversa no Messenger e automaticamente eliminá-la da caixa de entrada, sem ser necessário bloquear a pessoa que enviou.

Quanto ao clickbait, o Facebook afirma que vai relegar para o fim do News Feed as publicações que tentem angariar atenção de forma desleal. Henry Silverman, especialista em Operations Integrity, e Lin Huang, engenheira, explica que o objectivo é «despromover» os conteúdos que apelam aos gostos, partilhas, comentários e outras reacções.

De acordo com os mesmos responsáveis, este tipo de publicações tenta tirar partido do algoritmo do Facebook para aumentar os níveis de envolvimento dos utilizadores. Nenhum conteúdo será eliminado ou censurado, mas sim colocado mais para baixo no mural.

Henry Silverman e Lin Huang ressalvam que publicações a pedir ajuda, conselhos ou recomendações, por exemplo, não serão afectadas.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...