Apenas 22% dos portugueses considera ir de férias este Verão

O novo coronavírus está a impactar as mais diversas actividades económicas e a mudar os planos de muitos portugueses, nomeadamente no que às férias diz respeito. O Barómetro de Opinião COVID-19 da Marktest indica que apenas 22,3% dos portugueses tenciona descansar durante alguns dias fora da sua residência habitual, no próximo Verão.

Há ainda quem diga que não irá gozar férias de todo (32%) durante os meses de maior calor e quem indique que aproveitará o período de férias na sua residência habitual (45,7%). Uma das possíveis justificações para este cenário será de natureza financeira.

O mesmo relatório mostra que ninguém duvida de uma possível quebra dos rendimentos das famílias, na sequência da crise provocada pelo COVID-19: 40% dos inquiridos afirma mesmo já ter sido afectado financeiramente pela pandemia e 26% diz começar a sentir agora algumas dificuldades para fazer face às despesas dosméticas.

Por outro lado, 70% garante continuar a ter capacidade financeira para dar resposta a todas as despesas do lar. Segundo a Marktest, este valor está em linha com a média registada no passado mês de Abril.

São, sobretudo, os cidadãos do escalão dos 35/54 anos e da zona do Grande Porto que referem dificuldades por quebra no rendimento familiar.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...