Amnistia pede ajuda para continuar a dar vida a finais felizes

“Se gosta de finais felizes, ajude com o IRS” é mensagem deixada pela Amnistia Internacional nos vídeos que preparou para apelar aos portugueses à consignação de 0,5% do IRS. A campanha, com criatividade da Fuel, conta com a ajuda do escritor Afonso Reis Cabral e do realizador Tiago Guedes. Os dois profissionais contam histórias que, apesar das adversidades, tiveram finais felizes e que poderiam dar bons livros ou filmes. Porém, não se trata de ficção científica mas, sim, de histórias reais que fazem parte do dia-a-dia da Amnistia Internacional.

«Lançámos o desafio à Fuel para que a nossa campanha de consignação do IRS fosse positiva e destacasse as vitórias da Amnistia. Queremos que as pessoas percebam concretamente o nosso trabalho», explica Pedro Neto, presidente da Amnistia Internacional Portugal. A organização queria também que a comunicação da sua missão fosse feita de forma optimista, lembrando que lutam todos os dias para que todas as pessoas, sem excepção, possam usufruir dos seus direitos.

Jorge Teixeira, director criativo da Fuel, explica que ainda que a campanha pretende mostrar aos portugueses que para ajudar a criar finais felizes basta ajudarem com a consignação do IRS.

Com produção da Take It Easy, a campanha vai ser divulgada nas redes sociais e na televisão. Seguir-se-ão acções em livrarias e plataformas de séries online.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...