Airbnb vai acolher 18 mil hóspedes durante o Web Summit

Tendo em conta o carácter internacional do Web Summit, grande parte dos participantes não é de Lisboa – nem de Portugal. Além dos hotéis, uma das soluções preferidas para assegurar alojamento durante o evento parece ser a plataforma Airbnb.

Dados revelados pela Airbnb indicam que os anfitriões lisboetas irão receber cerca de 18 mil hóspedes ente os próximos dias 6 e 9, quando a conferência se realiza. Nem todos terão como destino o Web Summit, mas caso assim seja este número é equivalente a 30% do total de participantes esperados na edição deste ano.

As mesmas estimativas revelam que as reservas na plataforma Airbnb aumentaram 20% em relação ao ano passado, tendo por base os dias em que o Web Summit se realizou. Perante o aumento da procura, os proprietários de imóveis em Lisboa (registados na Airbnb) poderão ganhar um rendimento extra superior a 1,5 milhões de euros durante os três dias do evento – mais 25% do que em 2016.

França, Reino Unido, Alemanha, EUA, Holanda e Brasil são os principais países emissores de hóspedes para este período.

«A Airbnb tem uma história de sucesso no apoio a comunidades que recebem grandes eventos. O Web Summit é uma das maiores conferências de tecnologia do mundo e deverá receber mais de 60 mil participantes em Lisboa, e um em cada três desses visitantes vai usar a Airbnb», afirma Arnaldo Muñoz, country manager da Airbnb em Portugal.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...