Adidas revê patrocínio a Suarez após mordidela

suarez1_rsA marca de equipamento desportivo Adidas suspendeu qualquer actividade publicitária durante o Mundial do Brasil 2014 com o jogador uruguaio Luis Suárez, que foi punido pela FIFA por alegadamente ter mordido um adversário na partida contra a Itália.

No seguimento do castigo da FIFA, que puniu Luis Suárez com quatro meses de suspensão e a proibição de representar a selecção nacional do Uruguai durante nove jogos, a marca alemã decidiu retirar das ruas os outdoors e mupis com o jogador, que foi “substituído” na campanha pelo jogador brasileiro Daniel Alves. Depois do incidente, os materiais da campanha, que mostram a cara do jogador, tornaram-se uma verdadeira atração turística no Brasil, com várias pessoas a simularem que o jogador uruguaio também as teria agredido.

Ao contrário da Adidas, algumas marcas que não patrocinam Suárez, como a Bud Light, a Listerine, a Snickers ou a McDonald’s, tentaram aproveitar o incidente para gerar buzz nas redes sociais.

Para além de ter suspendido toda a comunicação com o jogador, a Adidas, que é a patrocinadora oficial da bola do Mundial, está a estudar a manutenção do contrato publicitário. “Certamente não nos revemos na recente atitude de Luis Suárez e vamos novamente relembrá-lo dos altos padrões que esperamos dos nossos jogadores”, reagiu a marca em comunicado. A Adidas conta com 14 embaixadores da marca, entre jogadores de futebol, neste Mundial, incluindo o argentino Lionel Messi.

Já o website 888poker reagiu de uma forma mais radical e decidiu retirar, na passada sexta-feira e “com efeito imediato”, o seu patrocínio ao jogador uruguaio, apenas seis semanas depois do contrato ter sido celebrado.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...