À mesa com a… Porter Novelli

Porter Novelli_rsA consultora de comunicação e relações públicas, Porter Novelli (que faz parte do grupo Omnicom) tem uma nova área especializada em gastronomia e restauração, designada Orange Palate. O serviço lançado pela agência oferece um apoio especializado na comunicação estratégica de chefs premiados e reconhecidos pela indústria, no apoio a empresários em processo de lançamento e construção de novas marcas de restauração, alimentares ou de bebidas. «Esta nova área foi lançada de forma global e a equipa que coordena este serviço está sedeada em Nova Iorque e faz a articulação com os vários mercados», explicou à Marketeer Mariana Victorino, Managing Director da Porter Novelli em Portugal.

A profissional garante que a Porter Novelli tem uma longa história na construção de marcas do sector alimentar e da restauração que pode ser útil a profissionais desta área que se queiram focar no seu métier e deixar a comunicação a cargo de especialistas. E Mariana Victorino destaca alguns dos clientes com os quais a Porter Novelli trabalha, seja numa base regular, seja por projectos: «Grupo Multifood – restaurante Aprazível (Chiado), o primeiro Vitaminas flagstore (Chiado), o Cais da Pedra com o Henrique Sá Pessoa (Sta. Apolónia) e o Honorato de Santa Marta e Rio (Parque das Nações); os restaurantes Tágide e Tágide Wine & Tapas Bar (Chiado); inúmeros projetos com o Grupo Portugália Restauração (Portugália Cervejaria e Balcão, Cervejaria Trindade, Ribadouro e Brasserie de L’Entrecôte); com o Grupo Doca de Santo (Doca de Santo, Capricciosa, Irish & Co., República da Cerveja, Ratton, Quinta da Cabrita, Sailing Capricciosa); com o Grupo Moiagest (Las Brasitas, La Parrilla, Servejaria, Heineken Grand Café); e com o restaurante Avenue, com a Chef Marlene Vieira e com o restaurante Brasileiríssimo, ambos do autor brasileiro Aguinaldo Silva.»

A verdade, explica, é que com o crescente interesse pela gastronomia e pela culinária, «há aqui uma enorme oportunidade na comunicação». E apesar de haver já players no mercado com o posicionamento da Orange Palate, a diferenciação da Porter Novelli «resulta do facto de podermos recorrer a know how, experiências e metodologias testadas e bem sucedidas nos vários mercados em que estamos presentes, bem como possibilitar aos nossos clientes o acesso e a partilha de best practices que são certamente enriquecedoras, especialmente na fase de lançamento de novos projectos», refere a responsável pelo mercado português.

A Porter Novelli espera que esta área represente, até final de 2014, cerca de 17% da facturação da empresa. «Uma vez que somos uma empresa cotada na Bolsa de Nova Iorque não estamos autorizados a dar dados de facturação por país», explica Mariana Victorino. Ainda assim, revela que em Portugal contam que em 2015 esta área represente cerca de 25% do negócio da Porter Novelli.

Texto de Maria João Lima

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift