A Inteligência Artificial e o Marketing

Por Ricardo Rocha, US managing director & global head of Marketing da Noesis

Nos últimos anos, temos assistido a uma evolução fulgurante da tecnologia no mundo do Marketing, com novas ferramentas e abordagens anunciadas todos os dias. Uma das principais tendências nos últimos temos é a utilização da Inteligência Artificial no Marketing. No fundo, o AI no marketing procura utilizar algoritmos de inteligência artificial e estas novas tecnologias para tornar a tomada de decisão mais fácil e, até, automatizada, com base na recolha e análise avançada de dados.

A tecnologia por trás da inteligência artificial permite aos marketeers melhorarem as suas estratégias de comunicação e abordagem aos clientes através do canal digital. As utilizações do AI no Marketing são ilimitadas, optimizar campanhas, personalizar mensagens, automatizar jornadas, identificar padrões, em suma, o AI é um importante aliado para que os marketeers possam fazer o seu trabalho com maior agilidade e precisão. O AI é, de igual forma, um motor de produtividade, permitindo que os marketeers se concentrem em tarefas de valor acrescentado e, onde, a intervenção humana continua a ser fundamental.

Qualquer marketeer que esteja a par das tendências compreende, naturalmente, a importância que a inteligência artificial tem assumido na evolução do Marketing e no actual contexto organizacional. Já o era, e o já famoso “Chat GPT” veio, definitivamente, colocar o tema na agenda.

Entrámos em 2023 de “mãos dadas” com esta solução, inovadora, que está a marcar a atualidade. Podemos entender o ChatGPT como um modelo de linguagem projectado para responder a consultas baseadas em texto e gerar respostas em linguagem natural. Faz parte do campo mais amplo da inteligência artificial conhecido como processamento de linguagem natural (PNL), que visa ensinar os computadores a entender e interpretar a linguagem humana. É uma ferramenta útil e que vai revolucionar o mundo do trabalho e também do Marketing.

Muitos advogam até que com o chat GPT muitas funções no Marketing tornar-se-ão obsoletas e serão extintas. Há quem advogue o fim dos copywriters, a extinção das agências e a implosão dos departamentos de Marketing. Já todos ouvimos estas teorias no passado, em tantas outras revoluções tecnológicas, certo? Eu prefiro ignorar os “arautos” da desgraça e focar-me em como podem (e devem!) os marketeers tirar proveito do potencial desta ferramenta. Esse é o desafio dos próximos tempos para os executivos e para os líderes das empresas. Como acomodar tão grande transformação (mais uma!) e tirar proveito do seu potencial?

Sejamos claros, o Chat GPT não vem substituir o marketeer ou o Marketing, mas será sim, um aliado poderosíssimo. O pensamento estratégico, criativo e disruptivo continuará a ser premissa de qualquer profissional de marketing. A comunicação é intrínseca ao ser humano. A tecnologia será sempre um aliado, nunca um inimigo.

Encaramos tempos entusiasmantes, está na hora de agarrarmos o futuro!

Ler Mais
Artigos relacionados