4 novos paradoxos de consumo

Existem quatro paradoxos que estão a influenciar as escolhas dos consumidores actualmente, de acordo com o estudo “O Consumidor exigente: Abordagem aos paradoxos da Era da Informação” divulgado pelo Intercontinental Hotels Group.

O paradoxo do “Separado mas Conectado” revela que as pessoas anseiam por um sentimento de pertença mas que, em simultâneo, querem expressar a sua individualidade. Já o paradoxo da “Raridade Abundante” indica o desejo que o luxo seja ao mesmo tempo escasso e acessível.

O mesmo estudo aponta ainda para o paradoxo da “Procura de um Melhor Eu e um Melhor Nós” e “Faço-o sozinho e Por Mim à Minha Maneira”. O primeiro está relacionado com a procura do auto-aperfeiçoamento enquanto se procura melhorias cívicas, públicas e globais. O segundo diz respeito ao desejo de controlar a situação e de não ser controlado.

Em suma, os consumidores actuais não querem uma opção ou outra. Querem o melhor de dois mundos e exigem que as marcas correspondam a esta expectativa. “As marcas globais devem respeitar estes paradoxos, sendo localmente relevantes e diferenciadoras”, refere ainda o Intercontinental Hotels Group.

Tendo em conta os quatro paradoxos identificados, o grupo disponibiliza ainda aquelas que considera ser as seis melhores práticas para que as marcas criem experiências que fortaleçam a relação com os consumidores:

1 – Ambicionar a integração em vez de equilíbrio;

2 – Usar a segmentação dos consumidores para uma melhor gestão dos negócios;

3 – Comunicar através do diálogo;

4 – Gerir a multidimensão da marca;

5 – Desenvolver uma equipa de negócio/marca ambidextra;

6 – Abordagem ao paradoxo do controlo de marca.

«A tecnologia mudou a forma como nos comportamos no dia-a-dia. Isto tem um impacto directo e fundamental no negócio. As marcas globais precisam de se focar no complexo, muitas vezes opondo-se às necessidades dos consumidores de hoje, a fim de satisfazer as suas expectativas», conclui Richard Solomons, director-executivo do Intercontinental Hotels Group.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...