32.500 viveram a aldeia no Bons Sons

O convite do Bons Sons é todos os anos o mesmo: “Vem viver a aldeia!”. Este ano, não foi excepção e 32.500 pessoas aceitaram o desafio, rumaram até à aldeia de Cem Soldos, em Tomar, e assistiram à programação para miúdos e graúdos. Na sua oitava edição, o Bons Sons apresentou 41 concertos, 181 artistas, 15 concertos de bandas amadoras e 14 actividades paralelas, incluindo passeios de burro e oficinas de bateria. Houve também curtas de vídeo e espectáculos de artes performativas.

Para ajudar a tornar tudo isto possível, o Bons Sons contou com a ajuda de 350 voluntários, sendo que apenas 95 eram de fora de Tomar. É que para erguer o festival, a organização reúne o apoio de toda a aldeia – a título de exemplo, a mascote do festival, conhecida como Tixa, é feita à mão pelas senhoras de Cem Soldos.

Este ano ficou marcado também pela aposta do Bons Sons na ecologia. O festival de música portuguesa quis ser mais sustentável e, por isso, implementou quatro medidas com o apoio financeiro do programa “Sê-lo Verde”: instalação de torneiras redutoras de caudal, instalação de casas-de-banho secas, vídeos de sensibilização para boas práticas ambientais e actividades educativas dirigidas às crianças.

Além disso, o Bons Sons optou por disponibilizar apenas soluções ecológicas no que diz respeito à forma como os visitantes podiam comprar bebidas. Ou utilizavam as já típicas canecas de alumínio ou recorriam aos novos copos de plástico reutilizáveis. Todos os parceiros, incluindo espaços concessionados e cafés da aldeia, participaram na iniciativa e apenas serviam bebidas num destes dois recipientes. Ao todo, estiveram em circulação mais de oito mil copos reutilizáveis, que podiam ser devolvidos no final do festival, recuperando a caução de um euro.

A preocupação ambiental esteve também visível na distribuição gratuita de mais de 200 cinzeiros portáteis, permitindo tornar o recinto – que não esqueçamos, é a aldeia e o lar de centenas de pessoas – mais limpo.

Em termos de parcerias com marcas, apenas se avistaram a presença da EDP e da Strongbow. A primeira distribuiu chapéus para ajudar a combater o sol e o calor de 40 graus que se fez sentir entre os passados dias 11 e 14. A segunda ofereceu sidra para que todos pudessem matar a sede. Ainda no âmbito da sede, destaque para o facto de o Bons Sons disponibilizar água potável a todos os festivaleiros através de uma fonte de acesso livre.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...