Zippy lança Colecção Imaginária para criar clínica de saúde mental infantil

Quem se cruzar com a nova campanha da Zippy poderá pensar que a marca lançou peças invisíveis… E poderá não estar muito longe da verdade. A mais recente proposta da insígnia de moda infantil é uma colecção que não existe, constituída por artigos imaginários, que apenas ganharão forma quando for angariado o valor necessário para criar a Clínica do Gil.

Segundo a Zippy, são precisos 150 mil euros para erguer o projecto de saúde mental infantil da Fundação do Gil e, para isso, as duas organizações contam com o apoio dos portugueses.

Através da Colecção Imaginária, lançada hoje no âmbito do Dia Mundial da Criança, a Zippy desafia os portugueses a recuar à infância e ao tempo dos amigos imaginários. Para isso, basta adquirirem uma das peças disponíveis, entre meias, boné, cachecol, baby grow, mochila, sapatilhas, vestido e blusão, sendo que a totalidade das vendas líquidas da colecção revertem a favor da Clínica do Gil.

A Colecção Imaginária está à venda nas lojas físicas Zippy e também no site da marca. Junta-se ainda uma campanha de comunicação durante todo o mês de Junho, que contará com o apoio de figuras públicas e influenciadores. A campanha poderá ser encontrada online, nas redes sociais, rede de mupis em Lisboa, televisão (SIC, SIC Esperança) e rádio (Grupo Renascença).

O conceito e direcção criativa são da responsabilidade da agência Stream and Though Guy, ao passo que a estratégia de relações públicas, influenciadores digitais e figuras públicas e social media está nas mãos da Adagietto.

«No momento em que tivemos conhecimento do projecto (ainda imaginário) da Clínica do Gil, foi imediata a nossa vontade de nos envolvermos e ajudar a dar-lhe vida, com unhas e dentes. Enquanto marca que actua junto de pais e filhos, sentimos que o nosso papel deve ser muito maior do que o propósito comercial», explica Filipa Bello, head of Brand & Creative da Zippy.

Em comunicado, a responsável sublinha que a Zippy quer ser um agente activo, que promove o debate sobre temas que nem sempre são fáceis mas muito importantes. «Nunca tanto como agora a problemática da saúde mental está na ordem do dia, principalmente junto de crianças, e isso exige que estejamos alertas e actuemos o quanto antes», afirma ainda.

A futura Clínica do Gil poderá ser encontrada no jardim da Fundação do Gil, em Lisboa, e disponibilizará terapias nas áreas da Psicologia Clínica, Psicopedagogia, Terapia da Fala, Educação Especial, Terapia Ocupacional e Terapia das Artes.

Dados da Organização Mundial da Saúde citados por Patrícia Boura, presidente executiva da Fundação do Gil, apontam para uma em cada cinco crianças com necessidade de apoio psicológico. Além disso, os problemas de saúde mental afectam cerca de 20% dos jovens, com maior prevalência nos grupos mais desfavorecidos da população. «É impossível ficarmos indiferentes», garante a responsável.

«A Fundação do Gil acredita que é na infância que a personalidade é construída e que o acompanhamento próximo é essencial, por isso fez todo o sentido para nós criar uma unidade de saúde dedicada ao desenvolvimento infantil – a Clínica do Gil. A Clínica será um espaço aberto a toda a comunidade, com preços sociais e preços de mercado, e conta com uma equipa técnica de terapeutas especialistas. Temos consciência de que é um projecto ambicioso e estamos muito satisfeitos por poder contar com o apoio da Zippy através de uma colecção tão especial», conta ainda Patrícia Boura.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.