Variante Delta é novo risco para os eventos: marketeers receiam encontros presenciais

Um estudo realizado pela plataforma Martech mostra que, depois de um período em que as marcas e empresas começavam a pensar no regresso aos eventos presenciais, verifica-se agora uma nova onda de receio. Em média, os profissionais de marketing inquiridos dão conta de uma probabilidade de 50% (5 em 10) de eles próprios participarem em eventos presenciais até ao final deste ano.

Em Abril deste ano, os marketeers inquiridos mostravam-se ligeiramente mais optimistas (probabilidade de 6 em 10), o que significa que a chegada da variante Delta estará a preocupar os profissionais do sector. Os dados científicos revelam que esta é uma variante mais contagiosa e que poderá, até, ser mais resistente à vacina contra a Covid-19, pelo que ajuntamentos e reuniões presenciais poderão não parecer boa ideia em alguns acsos.

Cerca de 30% dos inquiridos disse ser extremamente improvável (1 em 10) que participasse em eventos presenciais até ao final deste ano. Por outro lado, 20% disse ser muito provável (10 em 10).

Os resultados do inquérito, realizado junto de quase 170 profissionais de marketing, chegam numa altura em que vários congressos e feiras sectoriais estão a ser planeados para o último trimestre de 2021.

Olhando para o próximo ano, o cenário parece ser mais optimista: em média, os inquiridos apontam para uma probabilidade de 6 em 10 de participarem em eventos presenciais na primeira metade de 2022. Questionados sobre o segundo semestre, mostram-se ainda mais entusiasmados com a possibilidade (7 em 10).

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...