Stories do Instagram chegam ao Twitter

O LinkedIn não é o único a testar um formato semelhante às stories do Instagram. Também o Twitter quer uma fatia deste bolo que tem conquistado a atenção dos utilizadores de redes sociais. Mo Al Adham, Product manager, da plataforma do passarinho azul explica que algumas pessoas não se sentem seguras para publicar tweets porque estes conteúdos são públicos e permanentes. Além disso, apresentam de forma visível o número de gostos e partilhas.

Para garantir que todas as pessoas tiram o melhor partido possível do Twitter, surgem os fleets. Estes novos conteúdos juntam-se aos tweets e mensagens directas no leque de opções conversacionais da plataforma. O Brasil é o mercado escolhido para testar a novidade, apresentada como uma solução para “pensamentos passageiros”.

Segundo Mo Al Adham, «fleets são para compartilhar suas ideias e opiniões momentâneas. Essas publicações desaparecem depois de 24 horas e não têm retweets, gostos ou comentários públicos». Por isso mesmo, o responsável espera que «aquelas pessoas que não costumam ficar confortáveis em tweetar usem fleets para falar das reflexões que vêm à sua cabeça».

Texto é a base da nova funcionalidade, mas os fleets também podem incluir vídeos, GIFs e fotos. Se um utilizador quiser responder a um fleet, precisa apenas de clicar e enviar uma mensagem directa (tal como acontece no Instagram, por exemplo).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...