Portugueses estão a gastar mais online: valor médio por compra sobe 6%

Embora as plataformas de comércio electrónico surjam como uma alternativa às lojas físicas em tempo de quarentena, a SIBS aponta para uma redução nas compras online em Portugal. Face à média do período anterior à confirmação do primeiro caso de COVID-19 em Portugal, verifica-se uma queda de 30 pontos no ecommerce.

Ainda assim, é uma quebra seja menos significativa do que a descida registada no panorama global do consumo no País. As transacções presenciais em loja recuaram 56 pontos, na última semana (23 a 30 de Março), como valor médio por compra a subir, contudo, de 38,80 euros – o que representa uma evolução de 12%.

Tal como nas semanas anteriores, reforça-se a tendência de uma concentração de compras físicas em Super & Hipermercados e Farmácias & Parafarmácias, sectores que continuam a representar mais de metade (58%) das compras efectuadas em Portugal na última semana.

A SIBS ressalva também que as compras online ganharam peso no total das compras efectuadas com recurso a meios de pagamento processados pela empresa, sendo que o MB Way surge em destaque: nota-se um aumento de 20 pontos na utilização desta aplicação para a conclusão de compras via plataformas de comércio electrónico.

Nas compras online, regista-se ainda um aumento no montante médio, que passou de 37,50 euros antes do primeiro caso confirmado de COVID-19 em Portugal para os actuais 39,70 euros. Trata-se de um aumento de 6%.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...