Oito dicas para um microsite eficaz

Criar um microsite é algo relativamente simples para uma marca, mas garantir o seu sucesso nem tanto. O site ClickZ quis saber o que separa uma página deste género eficaz de outra sem impacto relevante para a insígnia e deixa oito dicas:

1 – Motivação legítima. Criar um microsite só porque sim não é uma boa ideia. A marca deve ter um propósito concreto para avançar com este tipo de página, geralmente criada para promover ou tratar de um assunto em específico;

2 – Ter um domínio próprio. Os microsites devem ter o seu próprio domínio ou subdomínio, apesar de a tendência seja integrar a página no site principal da marca em questão. De acordo com o ClickZ, um domínio próprio permite, por exemplo, memorizar melhor o endereço do mesmo;

3 – Apelo à acção claro e convincente. Microsites que procurem levar à acção por parte dos utilizadores devem apresentar um apelo claro e convincente, de modo a serem eficazes. Desta forma, os utilizadores não ficam perdidos e sabem exactamente o que têm a fazer;

4 – Métricas de sucesso bem definidas. Seja com um microsite ou com qualquer outro tipo de plataforma, as marcas devem ter bem definidos os objectivos. O número de visitantes que a página obteve poderá ser uma das métricas utilizadas;

5 – Óptimo design. O lado visual não pode ser descurado, mesmo que o microsite tenha um prazo de validade muito curto. Tanto a imagem como a navegação devem ser cuidadas para que o utilizador não desista;

6 – Conteúdo apelativo e/ou funcional. Além do design, também o conteúdo tem de ser um prioridade para as marcas que decidirem avançar com um microsite, seja para promover um concurso ou para dar a conhecer um novo produto;

7 – Estratégia de Marketing. Não basta construir o microsite e esperar que os utilizadores o descubram sozinhos. É necessário pensar uma estratégia de Marketing, tal como acontece com qualquer outra acção. A página pode ser promovida através de anúncios pagos, por exemplo;

8 – Estratégia de retirada. Tão importante como criar o microsite é saber como acabar com ele. Caso a ideia seja disponibilizar a plataforma por um período curto de tempo, é preciso ter em conta as necessidades do utilizador e avisá-lo atempadamente de que o endereço vai deixar de estar disponível.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal