Marcas não abandonaram o Millennium Estoril Open: «É um evento social de referência»

Pela primeira vez na sua história, o Millennium Estoril Open decorreu sem público. A única forma de acompanhar o evento e de seguir cada passe de alguns dos melhores tenistas do Mundo era mesmo através da transmissão digital e televisiva. Num contexto como este, como é que se garante que os patrocinadores continuam ao lado do torneio e que há interesse na cobertura do mesmo?

«Foi um desafio enorme conseguirmos montar o evento. Mas sentimos um orgulho enorme depois de vários dias de intensas batalhas, dentro do court e fora do court. Acima de tudo, tivemos de nos reinventar», conta João Zilhão, director do Estoril Open. Convidado da mais recente TIP Talk Digital da Marketeer, o responsável explica como foi necessário ter vários cenários em cima da mesa de modo a estarem preparados para tudo.

Perante as adversidades, o Millennium Estoril Open pôde contar com mais de 90% dos patrocinadores habituais ao seu lado, embora tenha sido necessário um processo de negociação e ajustes. Parte da justificação para este interesse das marcas estará na tradição de networking do torneio, descrito por João Zilhão como «um evento social de referência há muitos anos».

Em edições normais, o Millennium Estoril Open oferece a oportunidades às marcas e empresas de estabelecer contactos e de convidar alguns dos seus parceiros para uma experiência única, que pode passar por um almoço com vista para o court, por exemplo. O evento tem um lado corporativo muito desenvolvido que tem conquistado o interesse de insígnias que poderão nem fazer parte do mundo do desporto.

Ricardo Valadares, director de Comunicação do Millennium bcp, conta que também o banco teve de reinventar a forma como esteve presente no torneio, embora tenha feito questão de continuar a ser naming sponsor. Também presente na TIP Talk, o responsável refere que o principal desafio era perceber como é que o banco poderia chegar a um público que não era presencial, mas que existiu.

Acompanhe a conversa na íntegra em baixo:

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...