Filmes com orçamentos modestos são nova receita da Sony

O custo de produção do mais recente filme distribuído pela Sony não terá chegado aos 10 milhões de dólares (8,9 milhões de euros) mas a receita já ultrapassa os 26,1 milhões de dólares (23,3 milhões de euros), provando que orçamentos reduzidos não são sinónimo de receitas baixas.

“Don’t Breathe” chegou às salas de cinema norte-americanas no passado fim-de-semana e já conseguiu destronar “Suicide Squad”, um dos filmes mais esperados do ano, do primeiro lugar no top dos mais lucrativos.

As previsões iniciais para os primeiros dias do filme de terror “Don’t Breathe” eram de menos de metade do valor conseguido, de acordo com o The Wall Street Journal. Josh Greenstein, Sony Pictures Marketing chief, acredita que a película é lucrativa devido precisamente ao orçamento reduzido com que foi produzida, seguindo o exemplo de filmes como “The Shallows” e “Sausage Party”. O responsável, citado pela mesma publicação, lembra que estes dois também não tiveram orçamentos avultados e que conseguiram o mesmo tipo de bons resultados.

O filme “Don’t Breathe” foi também o responsável pela primeira campanha publicitária com vídeo em 360º do Snapchat.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Novo Alpine A110S pronto para encomendar em Portugal