A Lexus também é para jovens

A Lexus é aquela marca de luxo que nos desperta alguma vontade de querer conhecer os modelos. Não, nunca tinha conduzido um Lexus. Por isso, foi num misto de curiosidade e “emoção” que fui buscar o NX 300h. O SUV urbano da marca, inicialmente lançado há quatro anos, e agora reapresentado em versão mais estilizada.

Para começar, é precisamente isso que se percebe: a Lexus já não é mais uma marca para fim de carreira. Está jovem e isso vê-se bem assim que nos cruzamos com o NX 300h, com linhas desportivas e bem definidas. Claro que o patamar de preço não é mass market. Mas também não poderia! Já lá vamos…

Sentamo-nos ao volante e preparamo-nos para uma viagem de 400 km até Vila Real de Trás-os-Montes, com o depósito devidamente atestado. Primeiro impacto: o habitáculo é espaçoso e com pormenores que atestam o posicionamento da marca. Excepção feita ao porta-bagagens que não é de todo o seu ponto forte. Claro que, para um fim-de-semana de duas pessoas, cabe tudo. Mas não seria carro para garantir transporte de uma família – com os seus mil e um sacos e apetrechos – para férias. Aí, tenho algumas dúvidas.

Iniciamos os primeiros quilómetros e conferimos a facilidade na condução e adaptação à estrada. Mas também percebemos, rapidamente, que o melhor é não carregar muito no acelerador.

Enquanto isso, vamos explorando o alargado ecrã multimedia central. No novo NX 300h, e segundo a marca, todas as versões vêm equipadas com o sistema Lexus Premium Navigation, em que o ecrã aumentou de sete para 10,3 polegadas. Em viagem, é certo que faz a diferença. E mais ainda quando ao meu lado levo uma adolescente que acaba por passar metade da viagem – para meu gáudio – entretida a explorar todas as funções.

Na consola central, o NX tem ainda um controlo táctil (Touch Pad) de última geração, com um tamanho que favorece bastante a sua utilização. E aplauso ainda para as entradas USB, não só pela sua posição como pelo reforço da amperagem, o que permite um carregamento mais rápido.

O novo NX traz consigo o Lexus Safety System +, o que significa que passou a estar equipado com uma série de funcionalidades de segurança e assistência ao condutor, como o Sistema de Segurança Pré-colisão (PCS), Cruise Control Adaptativo (ACC) ou Sistema de Alerta à Mudança da Faixa de Rodagem (LDA). Aplaudimos o sistema de Reconhecimento dos Sinais de Trânsito (RSA), que dá algum jeito nomeadamente ao chamar-nos a atenção para as mudanças de velocidade…

Ponto mais negativo? Diria o consumo! O depósito, bem atestado como referi, mal chegou para os 400 Km de ida… Houve que voltar a atestar para o regresso!

Texto de M.ª João Vieira Pinto

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...