Vinho do Porto vai bem com cerveja artesanal? Cockburn’s e Musa dizem que sim

Vinho do Porto e cerveja artesanal pode parecer, à partida, uma combinação inusitada mas a Cockburn’s e a Musa querem provar que as parcerias inesperadas podem ser boas. Com o objectivo de unir o novo e o velho mundo, as duas marcas juntaram-se para desenvolver uma cerveja envelhecida em cascos da marca da Symington Family Estates.

O ponto de partida, segundo é explicado em comunicado, é a Original, uma Belgian Golden Strong Ale da cervejeira artesanal lisboeta que serve de base para a experiência. Quando deixa o casco de vinho do Porto transforma-se em Remistura, após a adição de uma pequena dose de Blonde Ale.

“A nova cerveja une a elaboração clássica do vinho do Porto à contemporaneidade duma cerveja artesanal, trazida pelas mãos de Manel Rocha (Cockburn’s) e Nick Rosich (Cerveja Musa)”, explicam as duas insígnias.

Os consumidores podem esperar uma Belgian Golden Strong Ale equilibrada com notas de vinho do Porto e carvalho francês, que deve ser bebida devagar e em jeito de contemplação. Como banda sonora, o melhor é ouvir também “Remistura”, música assinada pelo DJ Switchdance de propósito para assinalar esta parceria improvável – o tema é inspirado em sons gravados na Tanoaria da Cockburn’s, a última em actividade nas Caves de Vinho do Porto, e na vindima da Quinta dos Canais.

As cervejas Original e Remistura já estão disponíveis para venda nas Caves Cockburn’s e no Vinum Restaurant & Wine Bar, em Vila Nova de Gaia. Também podem ser encontradas na Fábrica da Musa e Musa da Bica, em Lisboa, assim como em pontos de venda de cerveja artesanal espalhados pelo País e, ainda, na loja online da Musa.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...