Vai ser preciso teste negativo ou vacinação completa para ir ao Web Summit

O Web Summit vai voltar a ter uma edição presencial, em Lisboa, mas nem todas as pessoas poderão marcar presença. Num email enviado a participantes de anos anteriores, a organização informa que será necessário apresentar o certificado de vacinação completa contra a Covid-19 ou um teste negativo para aceder ao evento.

“Saúde e segurança são uma prioridade no Web Summit”, lê-se na mensagem, onde são anunciadas as novas medidas. “Quando certificados oficiais não puderem ser providenciados, iremos pedir um teste PCR negativo, que apenas permanecerá válido durante 72 horas”, refere o mesmo email.

Quanto às máscaras de protecção, a organização do Web Summit indica que, embora seja improvável que a sua utilização em espaços fechados continue a ser obrigatória em Novembro, será pedido aos participantes para que mantenham este hábito. Além disso, todas as medidas que estejam em vigor por essa altura, por determinação das autoridades de saúde e do Governo português, serão aplicadas.

“Se algumas regras em relação às vacinas e à utilização de máscara mudarem mais perto de Novembro, iremos alertar todos os participantes atempadamente”, sublinha a organização. Recorde-se que a próxima edição do Web Summit irá decorrer, na capital portuguesa, entre os dias 1 e 4 de Novembro.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...