Um nome num copo Starbucks não é só um nome num copo

Na Starbucks, os clientes podem assumir o nome que entenderem. E se, em alguns casos, essa possibilidade resulta apenas em algumas gargalhadas ou momentos divertidos, existem outros em que o significado pode ser mais profundo. Isso mesmo lembra a Starbucks na campanha “Every name’s a story”.

Segundo a marca, escrever o nome dos clientes num copo é visto como um símbolo de boas-vindas calorosas. “É um pequeno gesto, mas representa aquilo em que acreditamos: reconhecimento e aceitação, sejas quem fores ou quiseres ser. Recebemos todas as pessoas”, indica a Starbucks.

A campanha conta a história de Jemma que, na verdade, se sente James e que num café Starbucks está confortável para assumir a sua verdadeira identidade. Desenvolvido pela agência Iris, o trabalho publicitário conquistou um prémio do canal britânico Channel 4 na área da Diversidade na Publicidade.

A campanha é “inspirada em experiências da vida real de indivíduos que sentem que as lojas Starbucks são espaços seguros, onde os seus novos nomes são aceites e onde são reconhecidos por aquilo que realmente são”, indica o Channel 4 em comunicado citado pela AdAge.

Já Amy Bryson, managing partner da Iris, sublinha que as marcas devem ser corajosas e progressistas, desafiando o status quo. «É por isso que somos tão apaixonados por esta campanha e pelo impacto que terá», afirma a responsável. Em declarações à mesma publicação, acrescenta que a agência passou tempo com a comunidade transexual para captar da melhor maneira possível a sua realidade.

Ao vencer o prémio do Channel 4, a Starbucks recebe tempo de antena no valor de um milhão de libras (cerca de 908 mil euros).

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Automonitor
Nissan LEAF em modo drift