Troca de mensagens via Facebook e WhatsApp salta 50%. Directos também crescem

Em muitos dos países mais afectados pelo novo coronavírus, o número total de mensagens trocadas entre utilizadores das várias aplicações do Facebook aumentou mais de 50% ao longo do últmo mês. No mesmo sentido, também nestes mercados, as chamadas de voz e vídeo mais do que duplicaram nas plataformas Messenger e WhatsApp (que também pertecem ao Facebook).

Olhando especificamente para Itália, a empresa liderada por Mark Zuckerberg revela que se verifica um aumento de até 70% no tempo pasado nas suas várias aplicações desde que a crise teve início. As visualizações de directos no Facebook e no Instagram, por exemplo, duplicaram no prazo de uma semana. As mensagens, por seu turno, saltaram mais de 50%, ao passo que o tempo passado em chamadas de grupo (três ou mais participaram) subiu mais de 1000% ao longo do último mês.

Por outro lado, à medida que aumentam as interacções, descem as receitas. Numa publicação partihada no seu blog, o Facebook admite que o seu negócio está a ser atingido negativamente pela pandemia, tal como muitos outros em diferentes pontos do Mundo. “Não monetizamos os nossos serviços onde vemos engagement crescente”, explica a empresa, referindo-se ao facto de o tráfego ter incrementado particularmente nas aplicações de mensagens.

Além disso, indica o Facebook, regista-se um “enfraquecimento do negócio publicitário em países onde estão a ser levadas a cabo acções agressivas para reduzir a propagação do COVID-19”.

O Facebook aproveita ainda para garantir aos utilizadores que está a trabalhar para que as suas aplicações se mantenham rápidas, estáveis e de confiança. “Os nossos serviços foram construídos para aguentar picos durante eventos como os Jogos Olímpicos ou a Véspera de Ano Novo. No entanto, esses eventos não acontecem frequentemente e temos muito tempo para nos preparar para eles”, explica a companhia. O aumento do tráfego na sequência do COVID-19, por outro lado, é “sem precedentes na indústria” e são expectáveis novos recordes de utilização quase diariamente.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...