Pandemia abala Ervideira mas inovação continua a ser o foco

Há cerca de um ano, o plano de Duarte Leal da Costa, CEO da Ervideira, era claro: continuar a investir em valor e em inovação. Mas, entretanto, veio a pandemia, que obrigou a repensar alguns aspectos e a estratégia que estava delineada para este produtor de vinhos.

«Havia primeiro que pensar, fazer um intervalo, e dizer: o que é que vamos fazer? Fizemos um break e foi gestão, gestão, gestão. Fizemos reduções de custos de toda a forma e feitio», conta o responsável na mais recente conversa sob o mote “Marcas em tempo de Covid-19”. A área do engarrafamento foi uma das abrangidas por estes cortes, mas também o próprio salário do CEO – que decidiu ainda vender o seu carro para ajudar a equilibrar as contas.

Numa entrevista conduzida por Maria João Vieira Pinto, directora de Redacção da Marketeer, Duarte Leal da Costa conta como a crise sanitária impactou o negócio, considerando as restrições impostas aos hotéis e restaurantes, por exemplo, que constituem grande parte da operação da Ervideira

«A quase totalidade dos nossos clientes fechou e nós fechámos o ano com 20% de quebra de facturação», adianta o CEO, garantindo, contudo, que o caminho da marca continuará a ser pautado pela inovação. É esse o seu ADN. Acompanhe a conversa na íntegra no vídeo em baixo:

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...