O fenómeno da entrega e da procura

O mercado português da entrega de refeições ao domicílio está em expansão, com o aparecimento de dois players (mais um rebranding de um terceiro) no espaço de dois meses. a SendEAT, a Ubera Eats e a Glovo fazem agora concorrência à NoMENU, todas em disputa pela maior quota de estômago, num mercado que está a crescer 20% ao ano

Texto de Rafael Paiva Reis

Num negócio cujo número de utilizadores está em crescimento, o número de players intensificou-se, depois de, em Novembro de 2017, a Uber Eats ter anunciado a sua chegada a Portugal e fechado uma parceria com a McDonald’s que, finalmente, permitiria levar os produtos da marca dos arcos dourados a casa dos consumidores.

Apesar do boom ter surgido no último trimestre de 2017, o mercado de entregas de refeições em Portugal existe há mais de duas décadas.

Para ler o artigo na íntegra consulte a edição de Maio de 2018 da revista Marketeer.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Isabel Barros distinguida com prémio «Excelência» na liderança. Foi a única portuguesa
Automonitor
Portugal a caminho de bater recorde de produção anual