Ecodesign: o desígnio eco do Grupo Jerónimo Martins

O tema do uso excessivo – e indevido – dos plásticos entrou na agenda pública e mediática e veio para fi car: só em Outubro, foram publicadas em Portugal cerca de 400 notícias com “plástico” no título.

No Grupo Jerónimo Martins, o uso efi ciente do plástico, nomeadamente nas embalagens de marca própria das suas insígnias, é uma preocupação com quase uma década. Desde 2010 que o Grupo tem um programa de ecodesign para melhorar o perfi l de eco-efi ciência das embalagens. O programa, que começou por ser implementado no Pingo Doce, tem vindo a ser gradualmente adoptado pelo Recheio, pela Biedronka (Polónia) e pela Ara (Colômbia).

Até ao fi nal de 2018, já tinham sido repensados 311 produtos e embalagens, permitindo, nos três países, poupar mais de 20 mil toneladas de materiais e evitar a emissão de 3400 toneladas de CO2 associadas ao transporte. Entre Janeiro de 2018 e Novembro de deste ano, realizaram-se cerca de 90 projectos de ecodesign.

No Pingo Doce, o ecodesign está integrado no programa “Amar o Mar”, que agrega todas as actividades desta insígnia em prol da preservação dos oceanos. Contabilizando apenas embalagens de marca própria do Pingo Doce, até ao momento, o ecodesign já permitiu a redução de 19 mil toneladas de plástico, cartão e vidro.

Até 2025, o Grupo irá assegurar que 100% das embalagens de marca própria serão recicláveis, antecipando em cinco anos o prazo imposto pela Comissão Europeia.

Alguns exemplos de embalagens e produtos já reformulados no âmbito do programa de ecodesign são:

Cotonetes com bastão em papel: Conscientes de que os cotonetes com bastão de plástico são um dos 10 produtos de utilização única que mais poluem os oceanos, o Pingo Doce, o Recheio (marca própria Amanhecer) e a Biedronka deixaram de comercializar este produto em marca própria e lançaram os cotonetes com bastão em papel. Este lançamento permite evitar o consumo de mais de 230 toneladas de plástico por ano.

Embalagens de plástico proveniente do meio marinho: No Dia Mundial dos Oceanos, celebrado a 8 de Junho, as duas maiores insígnias do Grupo – a Biedronka e o Pingo Doce – lançaram um detergente de loiça concentrado de marca própria com uma embalagem 100% reciclada e reciclável, que incorpora 11% de plástico proveniente do meio marinho, recolhido pela Waste Free Oceans. Os restantes 89% são provenientes de plástico reciclado pós-consumo seguindo, assim, os princípios da economia circular. Apenas entre Junho e Agosto de 2019, esta nova embalagem permitiu evitar o consumo de 10,4 toneladas de plástico virgem.

Nectaríssimos: Em 2019, a embalagem dos Nectaríssimos Pingo Doce de 1L passou de plástico para cartão, proveniente de fl orestas geridas de forma sustentável, para alimentos líquidos, uma alteração que vai permitir eliminar o consumo de mais de 134 toneladas de plástico anualmente.

Em 2012, o rótulo em PVC foi eliminado das embalagens de 0,25L. Estas duas medidas já permitiram a poupança de 720 toneladas de plástico difícil de reciclar.

Paté de Sardinha e Paté de Atum: Foram retirados todos os materiais de plástico das embalagens de paté de sardinha e de atum de marca própria Pingo Doce e Amanhecer (vendida no Recheio), o que permite uma poupança de duas toneladas de plástico por ano.

Sumos 100%: As embalagens dos sumos 100% Pingo Doce são certifi cadas, o que signifi ca que são feitas com cartão proveniente de fl orestas geridas de forma sustentável. Quase todas as embalagens de marca própria do Grupo com recurso a cartão para alimentos líquidos têm certifi cação

Garrafas de água: As garrafas de 1,5L de água Polaris, marca própria da Biedronka, foram reformuladas, na forma e na espessura, tornando-se também mais leves e fáceis de transportar. Esta reformulação traduz-se numa poupança anual de mais de 155 toneladas de plástico.

Sacos com plástico reciclado pós-consumo: Em Janeiro, o Pingo Doce e a Biedronka introduziram um novo saco de plástico feito com, pelo menos, 80% de plástico reciclado pós-consumo, que já permitiu alcançar uma poupança superior a duas mil toneladas de plástico virgem.

Alternativas sustentáveis para os consumidores

Para além do ecodesign de embalagens e produtos, o Grupo Jerónimo Martins tem em curso diversos projectos focados na disponibilização de alternativas sustentáveis para os seus clientes. Dois exemplos que se destacam:

ECO: Começou em Abril de 2018 como um projecto piloto em três lojas Pingo Doce. Pelo sucesso que teve junto dos consumidores, o sistema de reenchimento de garrafas Eco já está disponível em mais de 120 lojas da insígnia.

A Eco é uma forma sustentável de beber água fi ltrada, através da reutilização de uma garrafa resistente e especialmente concebida para um ciclo de vida longo.

Entre Setembro de 2018 e Agosto de 2019, este sistema permitiu a poupança de 56 toneladas de plástico.

Feira e folheto “Poupança Ecológica”: Entre o fi nal de Julho e o início de Agosto deste ano, o Pingo Doce organizou, pela primeira vez, uma iniciativa comercial inteiramente dedicada à “Poupança Ecológica”, com uma oferta constituída por mais de 50 produtos sustentáveis.

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...