Açúcar da Coca-Cola em Portugal caiu 37% desde 2000

Durante os últimos 20 anos, a Coca-Cola Portugal reduziu em 37% o teor de açúcares por litro do total das vendas. No ano passado, 42% das bebidas que a companhia vendeu no mercado nacional foram sem ou de baixas calorias, sendo que o portefólio de produtos soma 107 referências – desde águas a sumos, passando por marcas como Coca-Cola, Fanta, Nestea ou Aquarius. Deste total, 29 correspondem a opções sem adição de açúcares, light ou zero.

A empresa justifica os resultados verificados com os “esforços de inovação e reformulação que está a executar para reduzir ou eliminar o teor de açúcares adicionados nas suas bebidas”. Em relação a 2018, regista-se um aumento de 8% nas vendas deste tipo de alternativas.

Olhando apenas para as bebidas sem adição de açúcares, a Coca-Cola Portugal revela que corresponderam a 29% das vendas durante o ano de 2019.

O que mudou no portefólio da empresa? A Fanta Laranja e Ananás, por exemplo, viram o teor de açúcar adicionado reduzir 65,4% e 91,2%, respectivamente, desde 2014. Actualmente, todos os sabores da marca Fanta são sem ou de baixas calorias porque têm uma quantidade de açúcares adicionados igual ou inferior a 4,5 g/100 ml e 20 kcal/100 ml, explica a Coca-Cola.

A Aquarius, por seu turno, reduziu em 30,2% o teor total de açúcares na sua variedade tradicional. A versão de laranja apresenta uma quebra ainda mais elevada, de 43%.

pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...