Zomato estreia-se no Porto

A aplicação de descoberta de restaurantes Zomato aterrou no Norte de malas e bagagens para oferecer aos habitantes do Porto, Vila Nova de Gaia e Matosinhos Sul a mesma experiência de que os utilizadores da capital já usufruíam.

A partir de hoje, a aplicação está disponível e conta já com 3500 espaços de restauração (cerca de 60% do distrito) onde se incluem restaurantes, cafés e bares. Miguel Ribeiro, country manager da Zomato em Portugal, contou à Marketeer que, tal como em Lisboa, a aplicação vai permitir navegar entre menus, fotos, coordenadas, contactos e outras informações úteis para além de abrir a porta a comentários e partilhas de experiências.

A única área onde existe uma distinção é na secção de “Coleções” onde a equipa da Zomato apresenta sugestões temáticas. Neste caso, os utilizadores portuenses são presenteados com uma colecção de francesinhas.

Apenas com a zona de Lisboa activa, a Zomato contava com 1,3 milhões de visitas por mês e, de acordo, com Miguel Ribeiro os números para o Porto também deverão ser animadores. «Estimamos que, nos primeiros seis meses, o número de utilizadores registados seja entre 50 e 70 mil e cerca de 250 mil visitas por mês», conta.

Quando veio para Portugal, no último ano, a Zomato chegou com 2,5 milhões de euros para investir e é a partir desse valor que as operações do Porto estão a ser alimentadas, tal como deverá acontecer com futuras expansões pelo país.

Miguel Ribeiro avança que o próximo destino é Setúbal, algo que diz ser «muito aguardado não só pelos residentes, mas também pelos utilizadores de Lisboa, que frequentam os espaços de restauração da Margem Sul, nomeadamente no Verão». O passo seguinte será chegar a Faro e ao Funchal.

Por agora, as atenções estão focadas no Porto. Com uma equipa de apenas cinco pessoas, o objectivo é aumentar esse número para 20 já nos próximos três meses, antevendo o crescimento da aplicação.

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Outubro 2019
Automonitor
Já viu o novo ultracompacto 100% elétrico da Toyota?