Zippy lança colecção sem género para crianças felizes

Cores fortes e peças que podem ser usadas tanto por raparigas como por rapazes, dos três aos 14 anos. A nova colecção cápsula da Zippy não tem género, apenas felicidade: “Happy” é o nome escolhido para a aposta da marca portuguesa, bem a tempo da celebração do Dia Internacional da Felicidade (20 de Março).

Filipa Bello, Brand & Creative director da Zippy, explica à Marketeer que o conceito surgiu como um hino à individualidade e liberdade de expressão de cada um, independentemente do género. Um apelo também ao fim dos preconceitos e à inclusão, começando desde logo pela roupa que as crianças vestem.

«Não sentimos dificuldades, pois não acreditamos em cores de género. O conceito é muito simples: cada cor simboliza uma personalidade, uma atitude, uma crença. As peças tornam-se como que um veículo agregador de todas elas», sublinha a responsável.

Inspirada nos looks preppy sport dos anos 80, a colecção conta com sneakers, casacos hoodies, t-shirts, sweats e parkas, sempre com rasgos de azul, verde, vermelho, laranja ou amarelo. Já está disponível em todas as lojas da Zippy em Portugal e também na plataforma online da marca.

«Sendo Portugal um país de raízes muito tradicionais foi neste mesmo país que decidimos fazer a experiência», comenta Filipa Bello, acrescentando que estão à espera de diferentes reacções «e todas elas importantes». Segundo a Brand & Creative director, haverá quem fique surpreendido porque não partilha da filosofia da colecção mas também quem se surpreenda por acreditar nos mesmos valores e encontrar na Zippy uma marca à altura, trazendo mais empatia e afinidade.

«A Zippy é uma marca parceira das famílias e, hoje, a realidade parental está numa evolução incrível no que respeita a dogmas e estigmas», afirma ainda Filipa Bello. Quanto a novas colecções na mesma linha, a responsável indica que a «a continuidade está dependente da resposta do cliente e dos vários conceitos e desafios em carteira».

Texto de Filipa Almeida

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Qual é, afinal, o papel do líder?
Automonitor
Maratonas condicionam trânsito em Lisboa (conheça as vias afetadas)