YouTube aposta em Google AdWords para vídeo

google-adwords-redimensionadaO YouTube lançou o Google AdWords para vídeo. Através desta ferramenta, os anunciantes só pagam pelos anúncios quando os utilizadores decidem, de facto, vê-los. Além disso, as marcas podem criar e gerir campanhas de vídeo utilizando a mesma plataforma dos seus restantes anúncios display e em páginas de pesquisa.

De acordo com informações da Google, avançadas pelo Marketing News, o AdWords para vídeo oferece às marcas um vasto leque de opções para chegarem ao público adequado. Os anunciantes podem, por exemplo, promover os seus vídeos por palavras-chave que apareçam nos resultados de pesquisa do YouTube. Num outro ponto, podem preferir mostrar o anúncio nos conteúdos de maior interesse para os seus clientes, como é o caso de desporto e música.

A plataforma permite também medir a eficácia do investimento. Através do AdWords para vídeo, os anunciantes podem saber de que forma os utilizadores se relacionaram com a marca, durante e depois da visualização do anúncio. Da mesma forma, podem saber quantos utilizadores viram o anúncio completo, visitaram a sua página na web, permaneceram no seu canal para ver outro vídeo ou subscreveram o seu canal depois de terem visto o vídeo.

Através dos anúncios de vídeo TrueView, que dão aos utilizadores a possibilidade de controlar as mensagens dos anunciantes, bem como os conteúdos que visualizam e quando o fazem, o Google AdWords para vídeo permite que o anunciante pague apenas quando os utilizadores escolhem ver o seu anúncio, que é o mesmo que dizer quando existe interacção. Assim, não será cobrado um valor ao anunciante quando o utilizador preferir não visualizar o anúncio. Segundo a Google, isto significa que o investimento dos anúncios ficará dependente dos utilizadores interessados na marca e nos conteúdos que esta lhes pretende apresentar.

Veja como funciona o Google AdWords para vídeo.

 

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
A sua empresa pode fazer sorrir crianças hospitalizadas. Saiba como.
Automonitor
Trotinetes elétricas: guia para circular em segurança