World Press Photo regressa ao Museu da Electricidade

O Museu da Electricidade, em Lisboa, será mais uma vez o palco do World Press Photo. A exposição de fotojornalismo irá estar patente entre 30 de Abril e 24 de Maio, com entrada paga, sendo que as receitas irão reverter a favor do projecto UMAD, da Fundação Gil.

MEPela primeira vez, a visita à exposição terá um valor de dois euros, com as receitas de bilheteira a revertem na totalidade a favor do projecto UMAD – Unidades Móveis de Apoio ao Domicílio, que apoia crianças em situação de doença aguda ou prolongada que permanecem internadas em hospitais, por falta dos cuidados necessários em casa. Desta forma, em colaboração com os hospitais, três carrinhas equipadas como consultórios de especialidade e pessoal médico, enfermagem ou apoio social, prestam tratamentos a crianças ao domicílio.

A exposição World Press Photo, que em Portugal tem como entidades promotoras a Fundação EDP (que também apoia o projecto UMAD) e a revista Visão, irá apresentar a fotografia vencedora da edição deste ano, intitulada “Signal” e publicada na revista National Geographic. A fotografia, da autoria do norte-americano John Stanmeyer, retrata migrantes africanos na costa de Djibouti a tentar apanhar a rede de telemóvel da vizinha Somália, onde as chamadas são mais baratas.

No total, concorreram à edição de 2014 da World Press Photo 5754 fotógrafos oriundos de 132 nacionalidades. O júri avaliou quase 100 mil fotografias e distinguiu o trabalho de 53 fotógrafos de 25 nacionalidades. As fotos premiadas podem ser consultadas aqui.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Tem dificuldade em encontrar espaços para conferências? Há salas renovadas em Lisboa.
Automonitor
Volvo quer impacto climático neutro em 2040