Web Summit já valeu 11 milhões de euros aos anfitriões da Airbnb em Lisboa

As estadias em Airbnbs durante o período em que decorre a Web Summit em Lisboa já geraram mais de 11 milhões de euros aos anfitriões desde 2016. A conclusão é da plataforma de aluguer temporário de habitações, que revela uma subida de 80% nas pesquisas na plataforma durante os dias em que a edição deste ano do evento irá acontecer.

Durante os quatro dias do evento no ano passado, os anfitriões na Airbnb acolheram quase onze mil hóspedes no total, sendo que um anfitrião comum ganhou em média perto de 400 euros, o equivalente a quase metade do salário mínimo nacional.

Estima-se que entre 1 e 4 de Novembro chegarão a Lisboa visitantes de 100 países, incluindo França, Alemanha e Reino Unido, e de quase três mil cidades, como Paris, Londres, Berlim, Frankfurt e São Paulo.

A Airbnb revela ainda que, à semelhança de anos anteriores, cerca de 15% dos anfitriões em Lisboa que beneficiam da chegada de hóspedes durante a semana da Web Summit têm mais de 60 anos, e metade são do género feminino. Entre os hóspedes que visitam Lisboa durante os dias do evento, 52% são Millennials (25-39 anos).

«A Web Summit está a trazer turismo valioso para a comunidade. Os hóspedes na Airbnb de visita a Lisboa durante a Web Summit estão a prolongar a sua estadia para além da conferência e a permanecer em média sete noites. A Airbnb orgulha-se de ajudar a divulgar os benefícios do turismo desde que este encontro chegou à cidade em 2016», diz, em comunicado, Mónica Casañas, general manager da Airbnb Marketing Services SL.




loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.