VMLY&R Lisboa cria campanha global #BringTheMoves para a OMS e FIFA

É de uma agência portuguesa, mais concretamente da VMLY&R Lisboa, com produção da 78 Films, a campanha global #BringTheMoves para a OMS e FIFA. A decorrer durante o Mundial de futebol, esta campanha visa criar awareness para o problema do sedentarismo juvenil.

«Quisemos criar uma campanha que fizesse as crianças sair do sofá mas também que fosse universal, inclusiva, partilhável e, sobretudo, divertida», conta Judite Mota, directora Criativa da agência, salientando que quiseram fazê-lo num tom não paternalista, envolvendo as crianças e os seus ídolos do Mundial.

A campanha conta com um filme digital e um desafio de social media. Pede-se às crianças de todo o mundo que criem danças de celebração de golos e que desafiem os seus jogadores ou equipas favoritas a replicá-los em campo durante o Mundial. «Estrelas como Pepe, Allison Becker ou Didier Drogba responderam já ao desafio», assegura Judite Mota.

Aliás, Didier Drogba, antigo avançado da Costa do Marfim e embaixador da OMS que participa na campanha, refere: «A actividade física é boa para o corpo e para a mente, saúde física e mental.»

Mas, para além das crianças, a campanha almeja chegar aos pais e educadores. Nesse sentido foram criados e disponibilizados conteúdos específicos sobre os benefícios futuros de uma infância activa e são dados conselhos de saúde agregados no site www.bringthemoves.com.

O presidente da OMS,  Tedros Adhanom Ghebreyesus, salienta: «Futebol, música e alegriasão os ingredientes ideais para fazer as crianças mexer-se pela sua saúde. Bastam 60 minutos de actividade física diária para os benefícios se fazerem sentir para a vida.»

Com a banda sonora “Move it Move it” imortalizada nos filmes Madagáscar, a campanha está a contagiar crianças e adultos na criação de novos moves para celebração dos golos neste Mundial.

Veja aqui os desafios e o filme principal.

 

FIFA – Bring the Moves from VMLY&R Lisboa on Vimeo.

Ler Mais



loading...
Artigos relacionados

Comentários estão fechados.