Visa: Muito mais do que cartões de crédito

MARKETEER CONTENTS

Pensar em Visa é muitas vezes pensar numa empresa de pagamentos ou de cartões crédito/débito, mas a verdade é que é muito mais do que isso. Este é o mote para o reposicionamento da marca Visa, que quer agora mostrar-se como uma empresa que impulsiona o comércio mundial, que se desafia a melhorar o acesso a todos os utilizadores, facilitando o movimento de dinheiro, por forma a que todos tenham mais e melhor acesso a oportunidades.

Este processo de reintrodução da marca, que agora se inicia em Portugal e também no resto do mundo, vai-se prolongar durante os próximos anos e tem como objectivo assegurar que a empresa é vista como muito mais do que cartões de crédito, passando antes a ideia de que é “uma rede que liga pessoas, negócios e economias, e que lhes oferece mais oportunidades para prosperar”.

A campanha, que arrancou já no dia 27 de Outubro, apresenta um investimento considerável em media, com uma forte presença na televisão nacional, em outdoors, meios digitais e redes sociais, revelando a evolução da Visa como aquilo que realmente é: “uma rede que trabalha para todos”, como consta do também renovado site oficial.

Visa é a 5.ª marca mais valiosa do mundo. Objectivo é ser a N.º 1

Já avaliada, em 2020, como a 5.ª marca mais valiosa do mundo, e considerada uma das empresas líderes mundiais em tecnologia de pagamento e com a ambição de chegar ainda mais longe, a Visa está a avançar com um projecto a médio prazo, que prevê a evolução de toda a empresa em si, começando pelo propósito da marca, a que assistimos desde já, estendendo-se depois às áreas da cadeia de valor da companhia.

«O novo projecto de identidade da marca Visa pretende dar a conhecer melhor quem somos e o que fazemos: não somos um banco e não emitimos cartões, somos uma rede de redes, líder em segurança e inovação, que liga pessoas, empresas, comerciantes e facilita a inclusão e o crescimento económico em Portugal e em todo o mundo. Gostaríamos de transmitir, de uma forma mais abrangente, os nossos valores fundamentais, entre eles a inclusão e a optimização da diversidade», avança Gonçalo Lopes, Country Manager da Visa Portugal, à Marketeer.

A ideia intrínseca ao projecto é, por isso, passar a percepção da marca como uma organização em que se pode confiar em todo processo de comércio transacional, que ajuda os negócios a crescer, que permite que os trabalhadores sejam pagos e acedam ao seu dinheiro em segundos, que garante que qualquer pessoa possa movimentar dinheiro com segurança ou faça transacções em qualquer lugar do mundo, e muito mais, desassociando-a da simples ideia de um logo em cartões bancários.

Está, assim, lançado o primeiro capítulo desta nova história da Visa, que arranca já este mês de Outubro e que reserva muitas novidades ao longo dos próximos anos.

Ler Mais
pub


Artigos relacionados
Comentários
A carregar...