Vinhos do Tejo apostam em mercados externos

Entre 2014 e 2017, a Comissão Vitivinícola Regional do Tejo (CVRT) registou um crescimento global de 57% nos principais mercados estratégicos: Alemanha, Brasil, China, Estados Unidos da América, Polónia e Reino Unido.

Identificados por um estudo elaborado pela Wine Intelligence, estes mercados foram, e estão a ser, alvo de um plano de acções promocionais. Só nos primeiros dois meses deste ano, já vieram duas comitivas de críticos de vinhos, jornalistas, bloggers, sommeliers e representantes de comércio da China e Polónia para visitar a região.

Este mês, a estratégia será inversa: a CVRT prepara-se para viajar para lá das fronteiras portuguesas e participar na Vinotejo (Brasil) e na ProWein (Alemanha).

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Pela primeira vez, há uma portuguesa a presidir a Multilaw
Automonitor
Via Verde Estacionar chega à Maia