VillaMix prevê investir 15 milhões de euros em Portugal

Depois de uma segunda edição que esgotou o Altice Arena, em Lisboa, o VillaMix promete continuar em Portugal. O festival de música brasileira prevê investir 15 milhões de euros no País ao longo dos próximos cinco anos – o valor deverá ter como destino a expansão do evento, o cartaz, o espaço e a oferta de entretenimento.

Gustavo Lima, Jorge e Mateus, Alok e Luan Santana são alguns dos nomes que já subiram ao palco do VillaMix em Portugal. Além de artistas brasileiros, também Calema e Djodje já fizeram parte do cartaz, fazendo com que o VillaMix assuma também um carácter lusófono.

«O enorme sucesso desta segunda edição do VillaMix Lisboa representa uma responsabilidade acrescida para a organização que apostou em Portugal para desenvolver um ambicioso projecto de internacionalização que pretendemos alargar a outras geografias», avança Pedro Neto, director do VillaMix Festival.

O VillaMix nasceu há oito anos no Brasil e conta com uma média de 20 edições por ano, em 24 cidades diferentes. Foi por duas vezes (2015 e 2017) certificado pelo Guinness World Records como o maior palco do mundo.

Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Câmara de Lisboa vai contratar mais de 500 pessoas em diversas áreas
Automonitor
OK! teleseguros no Salão Automóvel Híbrido e Elétrico do Porto