Collection de luxo

Na submarca Collection, o grupo hoteleiro Vila Galé acolhe unidades requintadas e elegantes

Com três décadas, o Grupo Vila Galé, o segundo maior grupo hoteleiro português, conta com 33 unidades hoteleiras. Dessas, 24 localizam-se em Portugal, geograficamente espalhadas de norte a sul do País, e as restantes nove vamos encontrá-las no Brasil. Todas possuidoras de uma localização estratégica e privilegiada, trazem para o grupo a soma de 7454 quartos e 15 286 camas, e um staff composto por 3200 colaboradores. Ao longo dos anos, o grupo tem vindo a alcançar um sucesso crescente, alicerçado na qualidade do serviço e no profissionalismo do staff.

Das unidades do grupo, umas distinguem-se pela exclusividade. Assim, Vila Galé Collection é a submarca do Grupo Vila Galé, que integra estes hotéis, distintos das restantes unidades, pensados e desenvolvidos para serem um produto exclusivo com a chancela Vila Galé. «Esta submarca surgiu a partir do momento em que abrimos o Palácio dos Arcos, o qual resultou da recuperação de um palácio, e que carrega um conceito diferente e distinto dos outros hotéis Vila Galé», refere Catarina Pádua, directora de Marketing do grupo. «Sentimos a necessidade de criar uma marca que o distinguisse dos restantes. E como era o primeiro cinco estrelas do grupo em Portugal instalado num edifício com história, o novo conceito fazia ainda mais sentido.» Ter uma submarca deste género era um desejo já muito requisitado pelo grupo, pois, como refere Catarina Pádua, «já era algo que procurávamos».

Num primeiro momento não tinhamos a pretensão que fosse uma unidade localizada fora da capital, «queria- -se abrir esta primeira unidade em Lisboa, mas apareceu aquela oportunidade de abrir em Paço de Arcos, e como o edifício tinha todos os requisitos que o grupo procurava, foi exactamente isso que aconteceu». Na base destas unidades, assenta a filosofia de estes serem hotéis boutique, com um conceito diferenciador baseado no requinte e na qualidade das instalações, mas, sobretudo, nos serviços disponibilizados, os quais surgem mais personalizados.

As características distintivas destas unidades são, para Catarina Pádua, bastante notórias, referindo a responsável «as melhores amenities nos quartos, sendo que o conjunto é composto pelo normal champô e gel de banho, aos quais acrescem o creme hidratante, o engraxador, um melhor secador, roupão e os chinelos».

Com esta submarca, o Grupo Vila Galé pretende prestar um serviço diferenciado e personalizado, «são hotéis, habitualmente, de dimensões mais reduzidas, daí conseguir-se ter uma relação mais próxima com o cliente», refere a responsável. «Estas são unidades que possuem características históricas muito específicas e que transitaram do edifício original, sendo igualmente hotéis onde, por exemplo, a gastronomia é muito diferenciadora, com cartas preenchidas por iguarias da região onde se encontram», crescenta.

Neste momento, são quatro os Collection, o Palácio dos Arcos, o Collection Douro, o Praia e o Braga, sendo que, relativamente auma possível abertura no estrangeiro, Catarina Pádua refere que, «para já, não está planeado, mas se surgir uma oportunidade de um edifício com estas características iremos utilizar a mesma submarca».

De acordo com a responsável de marketing da Vila Galé, a submarca Collection vem preencher um nicho de mercado, «procuramos captar os viajantes que buscam experiências diferenciadoras, não só no destino, mas também no serviço da unidade hoteleira, seja ao nível dos quartos, da gastronomia ou do lazer, com os nossos Spa Satsanga, o quais marcam presença em todas estas unidades».

Estes são hotéis focados em receber casais, sendo que, apesar de as crianças serem ali bem-vindas, «não possuem a animação característica de outros hotéis do grupo, nomeadamente os que se localizam no Algarve, onde existe animação de Abril a Outubro, com equipas especializadas, dia e noite».

Novos Collection

Sob a alçada da submarca Collection, o Grupo Vila Galé vai abrir, ainda em 2019, o Vila Galé Collection Elvas, no dia 1 de Junho, e, no final deste ano ou início do próximo, o Vila Galé Collection Alter Real, em Alter do Chão, ambos recuperações no âmbito do projecto Revive. «Para além destes hotéis, que vão ser Collection, abrimos agora o Vila Galé Douro Vineyards. Um agroturismo localizado em Armamar, para já com sete quartos, para um total de 49, e adega da marca de vinhos Val Moreira», afirma Catarina Pádua, relativamente à primeira fase da nova unidade hoteleira. O grupo prevê ainda abrir em breve o seu primeiro hotel de montanha, o Vila Galé Serra da Estrela.

Um olhar sobre o grupo

No que diz respeito a 2019 e aos resultados até agora alcançados pelo grupo, Catarina Pádua refere que «já não estamos numa fase de crescimento a dois dígitos, situação que sentiu já em 2018. Assim, posso dizer que não estamos a prever esses crescimentos, pelo que os resultados estão mais ou menos dentro do previsto, com uma ligeira desaceleração».

Além das aberturas acima referidas, o Grupo Vila Galé vai ainda inaugurar o Vila Galé Paulista. «Este será o nosso primeiro hotel em São Paulo. É algo que já ambicionávamos há algum tempo e que vai ganhar forma no primeiro trimeste de 2020», revela Catarina Pádua, «esta será uma unidade aberta na cidade de onde vem a maioria dos nossos clientes no Brasil».

Para concluir, revela que o Grupo Vila Galé vai abrir mais um resort, «ficará localizado na Costa do Cacau e tem abertura prevista para 2021».

Ler Mais
Artigos relacionados
Comentários
A carregar...

Multipublicações

Human Resources
Patrões portugueses são os menos instruídos da Europa
Automonitor
História: O dia em que o Papamóvel foi salvo